7 de agosto de 2008

Deus fala comigo na música secular, e com você!?

People.. meu amigo de quarto-irmão escreveu esse "pequeno" comentário para o meu blog. Show d bola... sugestão: LEIA!!!!

Ah! E não diga: "Nem vou ler, pq não concordo mesmo!". Ao contrário: "Lerei e verei o que pode me edificar. O que não, jogarei fora, como manda a Palavra de Deus!"..

Pense, por favor. Não "SEJE" burro(a)!

Deus x Música x Adoração

É importante ressaltarmos o verdadeiro papel da música, adoração, comunhão com Deus... enfim!
Sou estudante de música sacra, estou no quarto período e escuto música secular no meu dia-a-dia.
Primeiramente, a música não é santa, ela é apenas um veículo para quem a usa buscando adorar a Deus. Criamos em nós uma expectativa ou um pensamento de que a música é mistica, transcedental... coisa que não é! Isto se dá porque ela mexe com nossos sentimento e emoções e confundimos isto com experiências cristãs, coisa que é muito mais profunda que nossas emoções momentâneas.
Não podemos confundir música com letra! Eu me apaixonei pela letra da canção: "WHAT A WONDERFUL WORLD" que fala da beleza da criação. Como todas as coisas acontecem de maneira plena, ele diz: "What a wonderful world" = "Que mundo maravilhoso"! Não pude deixar de contemplar a beleza da criação de Deus e dizer: "Senhor,obrigado por parte de tua beleza que nos é revelada".
É óbvio que uma melodia bem composta e bem arranjada, nos ajuda a atentar para isso! Mesmo assim a música em si não me passou mensagem alguma, o que me fez atentar para isto foi a letra. Existe hoje o que é bom e o que é ruim, analiso todas as coisas e retenho o q é bom. A música jamais vai ofender uma moral, mesmo que tenha poder de "ofender" nossos costumes e/ou desculpas, culpa de nossos pré-conceitos; coisa que também é natural! Como tudo que é novo!Quantas ciências em suas descobertas foram acusadas de negativas, mas que hoje é bem aceita por todos? Isto é decorrente do nosso espanto diante da novidade!
Tem casos também em que uma pessoa teve certa experiência triste e que deixou marcas nela quanto a um ritmo, uma música, talvez; aí é válido ela querer se abster, mas daí dizer que todos devam se abster também, não dá! Nossas relações com alguém ou alguma coisa, depende também de nós e nossas atitudes. O que pode e muita das vezes vem ofender de maneira direta ou implícita, é a letra! Mas isso, não se encontra apenas nas canções, está presente em um poema, uma literatura, uma pagina da web, um artigo que sai no jornal... enfim, letras ofensivas não estão presentes apenas nas músicas.
PRA MIM, o que não ofende minha moral (testemunho cristão(pautado na bíblia)),é valido pra o meu dia-a-dia. Seja musica, um artigo relacionado ao meu gosto, enfim... se fossemos pra dividir e nos abstermos de tudo o que é secular, deveríamos parar de ir ao cinema, pois não é sacro ("o que fala diretamente de Deus"). Assim também parar de assistir filmes, ou o noticiário da TV, ou deixar de ler um livro com conteúdo científico...e muito mais! O que importa não é o que vem a ser secular ou não, mas reter coisas boas! Pois existem! Muitos formatos de música evangélica, que é novo para os cristãos protestantes, já era usado por Tom Jobim e companhia de modo natural!!! Os nossos pré-conceitos nos restringe demais!
Este é meu lado, minha posição! Espero não ter abalado ninguém, minha intenção não foi de modo algum ofendê-lo, pois o amo no amor de Cristo! Tanto que gostaria de saber sua posição!!!!Fique na paz do Senhor, e cuidado pra não fazer de sua comunhão um fanatismo! Não que devemos nos relacionar com todas as coisas, até por que nem tudo é bom! Porém vamos parar de dizer que tudo "é do capeta", pois todas as coisas acontecem com a permissão de Deus! E ele é criativo!!! Temos esse "gene" em nós!!
Toda criatura tem traços e características de seu criador. Isso inclui os que ainda não foram alcançados pela salvação de Deus. Então, concluímos que os compositores de música secular tem em si a capacidade de criar, mesmo que com um fundamento ou intenção diferente da nossa!!!!!
Viva a música boa!!!
Deus nos fala a todo instante, basta nos atentarmos e querermos ouví-lo!
O modo é dele! Não adianta querermos "dar conselhos a Ele" (Rm 11:34) de como nos falar!
O nosso querer é tão somente ouví-lo ou não!!

Deus Te abençoe,
Marcus Gerhard.
Enfim,
"Persiste em ler, exortar e ensinar." I Timóteo 4:13
Phill A. D. Banks

Nenhum comentário: